Friday, November 25, 2005

Batota!


1 - Hospital Julio de Matos, segunda-feira, 21 de Novembro, 09.00h:
- D. Afonso Henriques, ouviste aqueles gajos a dizerem que o pénalti mal assinalado em Braga a favor do Benfica, foi um dos maiores 5 erros de arbitragem deste Campeonato?
- Ó Einstein, quem foram os malucos que disseram isso?
- Sua Real Excelência, foi à bocado a altas horas da noite no programa desportivo da TVI.
- Óhh pá, esses tipos não regulam bem! ... e nós é que estamos aqui!

2 - Dizer que o lance do pénalti em Braga foi um dos 5 maiores erros de arbitragem deste Campeonato, além de uma parvoíce, é um insulto à inteligência dos Portugueses e uma completa falta de respeito pelos Benfiquistas.
Esta é mais uma prova de que a Comunicação Social é mais implacável e penalizante para o Benfica ... !!!
Lance de julgamento com elevadíssimo grau de dificuldade porque à primeira vista dá a sensação que a bola bate no peito do jogador e depois lhe vai ao braço. Aliás, existem filmagens de dois ângulos diferentes, as imagens ( em relenti ) de uma câmara dão a sensação que a bola bate apenas no peito do jogador, mas as imagens da outra câmara dão a sensação que a bola desliza pelo braço.
Para as imagens serem completamente esclarecedores e dissiparem todas as dúvidas precisávamos de outro angulo apropriado de filmagem, logo, com aquelas imagens ninguém consegue provar para além da dúvida razoável que a bola não foi ao braço do jogador, ou seja, ninguém consegue provar em Tribunal que a bola não vai ao braço do jogador.
Se os Benfiquistas quisessem complicar as coisas poderiam perfeitamente dizer que este é um daqueles lances complicados em que se deve dar o benefício da dúvida ao árbitro. Os Sportinguistas no final da época passada arranjaram polémica com o lance do Luisão que deixava muitas menos dúvidas do que este.
Só fazendo uso de elevadíssimo grau de boa-vontade e recorrendo à intuição se pode concluir que a bola não foi ao braço do jogador, mas isso não conta em Tribunal.
Esta é mais uma prova de que em lances duvidosos os Benfiquistas são mais honestos do que os verdes-azuis.

3 - Em termos de isenção ninguém se pode queixar da arbitragem do Braga-Benfica, houve um erro grave para cada lado em lances decisivos.
Volto a repetir para não deixar lugar a segundas interpretações:
EM TERMOS DE ISENÇÃO NINGUÉM SE PODE QUEIXAR DA ARBITRAGEM DO BRAGA-BENFICA.

4 - No entanto, a jogada do fora-de-jogo era muito mais fácil de julgar, era mesmo um lance simples de analisar, no momento do passe o ultimo defesa do Benfica e o avançado estão praticamente parados com o Arsenalista claramente em off-side. Erro crasso e incompreensível em alta competição.
O Benfica é certamente a única equipa ( do principal escalão ) de todos os Países da União Europeia, que esta época já sofreu golos em fora-de-jogo em três jogos seguidos.
Com acontecimentos completamente aleatórios, as probabilidades de isto acontecer são muito reduzidas. Mas pronto! ... está bem! ... as coincidências também fazem parte do Mundo Real.

5 - Em Alvalade o Benfica perdeu por 2-1, o Ricardo Rocha foi mal expulso ( principio da segunda parte ) e foi cortada uma jogada muitíssimo perigosa ao SLB num incrivelmente mal tirado fora-de-jogo ao Simão; não é descabido pensar que com uma arbitragem completamente isenta o SLB poderia conseguir um ponto.
Na Luz o Benfica perdeu 2-0 com o Gil-Vicente, ficaram por marcar dois pénaltis contra os Gilistas e o árbitro ainda perdoou ( logo na primeira parte ) uma expulsão claríssima a um dos nossos adversários. É minimamente razoável supor que com uma arbitragem absolutamente isenta o SLB conseguiria pelo menos um ponto.
O Benfica empatou 1-1 na Figueira da Foz, o golo da Naval foi obtido em fora-de-jogo; é claramente razoável pensar que com uma arbitragem isenta o SLB conseguiria mais dois pontos.
Na Luz o Benfica empatou 2-2 com o Rio Ave, o segundo golo dos Vila Condenses foi obtido em claríssimo fora-de-jogo; é totalmente razoável supor que com uma arbitragem isenta o SLB conseguiria mais dois pontos.
Em contrapartida ( salvo seja! ), é totalmente descabido pensar ( sequer ) que o Benfica conseguiu qualquer ponto à pala dos árbitro. Só os fanáticos doentios se atreverão a afirmar o contrário!
O Benfica é certamente a única equipa ( do principal escalão ) de todos os Países da União Europeia, que esta época já foi prejudicada ( na forma razoavelmente previsível de pontos ) em quatro jogos e nunca foi beneficiada em nenhum.
Com acontecimentos completamente aleatórios, as probabilidades de isto acontecer são muito reduzidas. Positivamente, os Deuses das Coincidências não querem mesmo nada com o vermelho!

6 - Em Coimbra o João Pereira foi expulso injustamente, em Alvalade o Ricardo Rocha foi mal expulso e no dragão o Léo foi mal expulso.
Na Luz ficou por mostrar cartão vermelho directo ( claro e sem espinhas ) a um jogador do Gil Vicente e outro a um jogador do Rio Ave, em Penafiel ficou também por mostrar um vermelho directo ( inequívoco ) a um dos nossos adversários.
A única vez que um jogador do Benfica ( Petit ) pisou o risco ( melhor dizendo, o calcanhar do adversário! ) sem o árbitro ver, foi castigado através de sumarissimo, mas nesse mesmo jogo o árbitro também se "esqueceu" de mostrar cartão vermelho a um jogador do Guimarães ( por ter pisado as costas do Petit ) e não lhe aconteceu nada.
SANTA NOSSA SENHORA ... !!!
É mais fácil acreditar no Pai Natal do que na justiça desportiva da Liga.
ANDAM A BRINCAR COM ESTA MERDA ... ???
Com acontecimentos absolutamente aleatórios, as probabilidades de isto acontecer são reduzidas. Juntando estas coincidências às anteriores ... ui, ui! ... tantas coincidências! Até enjoa!
Será que ainda estamos no domínio das coincidências deste Mundo ... ???

7 - Nesta época, a primeira vez que um jogador do Benfica levou muito tempo na reposição da bola em jogo ( o Andersson em Braga ) viu logo amarelo, mas o caricato da situação é que o Brasileiro estava à espera que se efectuasse uma substituição; no entanto para não dar sinal de fraqueza o árbitro não permitiu a substituição. Impressionante, em brevíssimos segundos errou duas vezes, ao mostrar o amarelo e ao não permitir a substituição do Benfica.
Foi no mínimo ridículo e surrealista!
Estas coisas ( quase ) só acontecem ao Benfica ... !!!
Se o critério utilizado no Benfica - Gil Vicente fosse o mesmo, os Gilistas não teriam jogadores suficientes em campo para poderem completar os 90 minutos.
Será que já passamos para as coincidências do Outro Mundo ... ???
Creio que estamos nitidamente no domínio das coincidências do Além!

9 - Se da Arbitragem e da Justiça Desportiva o Benfica tem muitíssimas razões de queixa, da Liga própriamente dita a situação é quase igual, senão vejamos:
- A FIFA deu autorização ao SLB para a inscrição de outro guarda-redes, mas a Liga negou-nos essa possibilidade mesmo no caso de um atleta desempregado ( o que viola claramente as recomendações da FIFA ).
- A Liga permite sem razão palpável e compreensível que alguns clubes adiem os seus jogos, para que possam ter mais tempo para preparar os confrontos com o SLB.
- O sorteio da Liga foi bastante caprichoso, o Benfica jogou sempre fora com os candidatos ao título depois dos jogos das selecções, ficando os seus jogadores sujeitos a mais desgaste das viagens ( ao terreno dos adversários ) e sem tempo para preparar os jogos.

10 - Obviamente, até os mais anjinhos já se aperceberam, são coincidências a mais para que a situação possa ser considerada minimamente normal e aceitável, já se pisou e ultrapassou ( ligeiramente? ou claramente? ) a linha do domínio da concorrência desleal.
Optando por uma postura imaculadamente séria e fazendo uso de astronómica boa-vontade, ainda não é altura de pôr em causa as instituições, mas infelizmente aproximamo-nos perigosamente dessa fronteira.
Para já temos que ficar alerta ... depois logo se vê!

11 - Passe a redundância, a grandeza do Benfica é tão grande que provoca complexos de inferioridade nos nossos adversários, para as tentar ultrapassar os bimbos recorrem ao jogo rasteiro, assim tentam forçar um castigo para o Nuno Gomes.
Já cheira a batota ... !!!
Pensava eu que essa fase já estava ultrapassada, mas na hora dos apertos e da verdade acabou por vir ao de cima ( tal como a merda! ) o provincianismo, o mau-feitio e a sacanice dos portistas. Nós distraimo-nos e eles atacam à traição, nós damo-lhes a mão e eles puxam logo pelo braço.
BIMBOS DE MERDA ... !!!
Devemos ser o único povo do Universo, em que cerca de metade da população ( os verdes-azuis ) por estupidez, mesquinhez e inveja não tem um pingo de respeito pela maior Instituição Desportiva do País. Só assim se compreende, que na mesma jornada em que o Nuno Gomes teve aquele gesto, num outro jogo ( Boavista-Leiria ) o Helder Rosário tenha tido uma entrada ( quase ) criminosamente perigosa ( um golpe de karaté que deixou o seu adversário sem sentidos ), mas nos dias seguintes só se fala de um eventual castigo ao jogador do Benfica.
É no mínimo ... vergonhoso!
É mais do que óbvio que a denúncia do fcp não tem absolutamente nada a ver com justiça e verdade desportiva ...
Se o Nuno Gomes for castigado, entra-se claramente no domínio da batota ... !!!

12 - O gesto do Nuno Gomes foi feio mas não foi nada de grave nem sequer relevante. Em todos os jogos existem coisas feias, jogadores que cospem para o chão, jogadores que se babam, jogadores que refilam com os adversários, jogadores que refilam com os árbitros, jogadores que chamam ceguinho ao árbitro através do gesto, jogadores que chamam atrasado mental ao árbitro através do gesto, mas nunca são castigados; chega-se ao ponto de jogadores e responsáveis dos clubes irem mentir para a Comunicação Social ( isso sim, uma situação muito grave! ) mas nunca lhes acontece nada.
Ó BIMBOS ... NÓS NÃO ANDAMOS A DORMIR!
Na vizinha Espanha, as comemorações dos golos feitas pelos jogadores Brasileiros do Real Madrid deram muita polémica, muitos diziam que eram ofensivas para os adversários, mas evidentemente que não foi castigado nenhum jogador por causa disso.
Ó BIMBOS ... AINDA SE JULGAM MUITO ESPERTOS?
Em Portugal vale tudo para atacar e prejudicar o Benfica!
E depois, a hipocrisia para além de certos limites torna-se numa das coisas mais nojentas do Universo, aqueles que agora se armaram em santinhos e apresentaram as denúncias contra o Benfica são exactamente os mesmos que financiam a peso de ouro a Guarda Pretoriana de pinto da costa, aquela que é de longe a mais ordinária das claques de futebol, os super parvalhões. Aqueles que mesmo nos jogos do fcp com equipas estrangeiras, entoam cânticos conspurcadamente insultuosos contra os Benfiquistas.
Se o Nuno Gomes for castigado, esses têm de ser banidos dos Estádios, e quem os financia tem de ser severamente penalizado.
OU ANDAM A BRINCAR COM ESTA MERDA ... ???
BIMBOS JAVARDOS ... !!!


Nota1 - Alguns duques ( ou será Duques? ou Condes? ) da Comunicação Social têm a mania que são muito espertos, aliás, eu desconfio que os verdes são Nazis, têm a presunção e arrogância de pensarem que são mais do que os outros, se calhar por serem o Clube dos Viscondes ( mas a única coisa que alguns deles têm a mais do que os outros, é a estupidez! ).
Em todo o lado na marcação de cantos existem jogadores a agarrarem-se uns aos outros ( ainda agora se viu isso na Liga dos Campeões no jogo do Benfica em Paris ) e os árbitros não marcam nada, mas quando é com eles querem ( exigem! ) logo pénalti.
O árbitro só deve marcar pénalti quando algum jogador da equipa que ataca tem hipóteses reais de chegar à bola, e é impedido de o fazer por um adversário.
Se assim não for será a confusão total ( tão do agrado dos oportunistas e dos medíocres ), quem disser o contrário, ou não percebe nada do assunto ou está a tentar enganar os leigos, os tapadinhos, os anjinhos e os energúmenos.
Se assim não for, o árbitro fica com o poder ( quase ) total de decidir os jogos a seu bel-prazer, porque este tipo de lances acontece com frequência e permitiriam grande margem de manobra ao árbitro para decidir conforme lhe desse na real gana.
Perceberam? Ou querem que lhes faça um boneco?
Se os puxões e agarrões ultrapassarem as marcas o árbitro deve mostrar firmeza e avisar os prevaricadores, se eles voltarem a insistir deve mostrar o amarelo por comportamento incorrecto.
Esta é a forma mais sensata de resolver o problema!

Nota2 - O lance sobre o Nani está no limite entre o amarelo e o vermelho, eu optava pelo amarelo porque a jogada foi mais aparatosa do que perigosa. Essa estória das entradas por trás é um chavão para mandar areia para os olhos das pessoas, as entradas por trás só devem dar cartão vermelho quando são ( potencialmente ) perigosas.
Eu cá estarei para os denunciar, não se esqueçam: « É mais fácil apanhar milhares de lagartos Nazis do que um caracol ».

1 Comments:

At 9:10 AM, Blogger red_label said...

Boas, não és tu por acaso q tens as goleadas históricas sofridas pelas osgas nas comp europeias.
Obg.

 

Post a Comment

<< Home